Notícias
Ver matéria completa ...
Encontros do Grupo de Jovens da Catedral começarão no domingo, dia 18/02

No próximo domingo, dia 18/02, serão iniciados os encontros do grupo de jovens da Catedral.
Os encontros serão realizados sempre aos domingos, às 17h, no Centro Catequético da Catedral - entrada pela rua Alagoas.Os encontros serão orientados pelo Diácono Ancelmo. 

Jovem, venha participar conosco! 

"Juventude, rosto do mundo, teu dinamismo encanta quem te vê!"

Ver matéria completa ...
Inscrições abertas para as turmas de Catequese

Você que tem filhos, sobrinhos, netos ou vizinhos com idade acima de 07 anos e que não participam da catequese pode matriculá-los para as turmas de catequese deste ano. As inscrições estão abertas na secretaria paroquial e é necessário levar as certidões de nascimento e batismo. Estão abertas também as inscrições para a Catequese para Adolescentes, Jovens e Adultos.

Aqueles que ainda não receberam o sacramento do Batismo e já passaram da idade normal podem se inscrever também e farão a preparação para receberem os sacramentos.

A secretaria paroquial situa-se na rua São Paulo, 3577. tel : 3421-6245 e 98114-4841. Atendimento: 2ª a 6ª feira, das 8h às 17h30 e aos sábados das 8h às 11h.

Ver matéria completa ...
Confira 15 dias para viver bem a Quaresma

Quaresma é tempo de conversão. É um tempo especial de graças que devemos aproveitar ao máximo para fazermos uma renovação espiritual em nossa vida. São Paulo insistia: “Em nome de Cristo vos rogamos: reconciliai-vos com Deus!” (2 Cor 5,20); “exortamos-vos a que não recebais a graça de Deus em vão. Pois ele diz: ‘Eu te ouvi no tempo favorável e te ajudei no dia da salvação’ (Is 49,8)”. “Agora é o tempo favorável, agora é o dia da salvação” (2 Cor 6,1-2).

Vivamos bem este tempo da Quaresma

Eis algumas práticas que podem nos ajudar a viver bem este tempo:

1- Quarta-feira de Cinzas

Comece bem a Quaresma recebendo as Cinzas e meditando o seu significado: “voltamos ao pó” que as cinzas lembram. “És pó, e ao pó tu hás de tornar” (Gen 2,19). Esse sacramental da Igreja lembra-nos que estamos de passagem por este mundo, e que a vida de verdade, sem fim, começa depois da morte; portanto, devemos viver em função disso.

2 – Oração

Intensifique a oração, seja ela pessoal ou comunitária. Orar é entrar em comunhão com Deus, é tornar-se íntimo d’Ele, que é nosso Pai. Marque um tempo para rezar e obedeça o previsto.

3 – Palavra de Deus

Medite a Palavra de Deus, sobretudo as leituras que a Igreja coloca na Liturgia da Missa neste tempo. Decida, com um ato de vontade, a fazer o que Deus lhe pede na meditação.

4 – Jejum

Faça o jejum conforme as próprias condições, para que o corpo seja sujeito ao espírito. Pode ser um jejum a pão e água, um jejum só de líquidos, um jejum parcial etc., especialmente nas sextas-feiras.

5 – Esmola

Dê uma boa esmola aos pobres. Pode ser de muitas formas: ajudar uma família necessitada, um pobre necessitado etc. “Tenhamos caridade e humildade e façamos esmolas, já que estas lavam as almas das nódoas dos pecados” (S. Francisco).

6 – Visitar os doentes

Visite os doentes que precisam de ajuda, sobretudo os velhos e abandonados. “Aqueles que têm saúde não precisam de médicos, mas sim os doentes” (Mt 9,12).

7 – Confissão

Faça uma boa confissão geral depois de um bom exame de consciência, revendo toda a vida passada. Não omita nada, lance em Deus todas as suas misérias. Perdoe todas as pessoas que o ofenderam.

8 – Santa Missa

Participe da Santa Missa sempre que puder e comungue bem. Faça uma boa ação de graças após a comunhão, colocando toda a sua vida para Jesus. Louve-O, adore-O, interceda pela Igreja, pela sua família etc.

9 – Via-sacra

Participe da via-sacra sempre que puder ou a faça você mesmo, em uma Igreja, acompanhando os quadros que a compõem, meditando o sofrimento de Jesus na Sua Paixão.

10 – Exercício de mortificação

Faça algum exercício de mortificação. Por exemplo: cortar um doce, deixar a bebida, o cigarro, os passeios e churrascos, a TV, a internet, o celular, alguma diversão, para vencer as fraquezas da carne.

11 – Liturgia das Horas

Reze a Liturgia das Horas com toda a Igreja neste tempo forte de oração. Ao menos, as Laudes e as Vésperas se tiver condições.

12 – Peregrinação

Faça uma peregrinação, ao menos uma vez na Quaresma, a um Santuário Mariano ou outro Santuário, participando da Santa Missa.

13 – Moderar as palavras

Esforce-se para moderar suas palavras, fale com discrição, evite a maledicência, o julgamento dos outros, o falar mal dos outros, prefira elogiar a criticar.

14 – Perseverança

Procure identificar se você tem algum vício ou mal comportamento; lute para evitá-lo e reze pedindo a Deus a graça de vencê-lo. Pratique a virtude da perseverança.

15 – Humildade

Evite falar de você mesmo, de exibir-se, de querer aparecer, defender seus pontos de vista de maneira acirrada. Procure o último lugar, viva a humildade.

Fonte: texto e imagens extraídos de: https://formacao.cancaonova.com/liturgia/tempo-liturgico/quaresma/confira-15-dicas-para-viver-bem-o-tempo-de-quaresma/

Ver matéria completa ...
Mutirão de Confissões na Catedral será dia 22/03

Como de costume, em preparação para a Páscoa do Senhor, as Paróquias da Região Pastoral de Votuporanga realizarão o Mutirão de Confissões. Em nossa comunidade, os padres atenderão os fiéis no dia 22/03 (sexta-feira) em 3 horários na Catedral: das 9h às 11h, das 14h às 16h e após às 18h. 

Confissão

Confissão ou Penitência é o Sacramento instituído por Jesus, para que os cristãos possam ser perdoados de seus pecados e receberem a graça santificante.

"Depois dessas palavras (Jesus) soprou sobre eles dizendo-lhes: Recebei o Espírito Santo. Aqueles a quem vocês perdoarem os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos" (Jo 20, 22-23).

Também é chamado de sacramento da Reconciliação. O Padre, mesmo sendo um homem sujeito às fraquezas como outros homens, está ali em nome de Deus e da Igreja para absolver os pecados. Ele é o ministro do perdão, isto é, o intermediário ou instrumento do perdão de Deus, como os pais são instrumentos de Deus para transmitir a vida a seus filhos; e como o médico é um instrumento para restituir a saúde física, etc.

O católico deve confessar-se no mínimo uma vez por ano, ao menos a fim de se preparar para a Páscoa. A penitência proposta no fim da confissão não é um castigo; mas antes uma expressão de alegria pelo perdão celebrado.

Ver matéria completa ...
Retiro Quaresmal da Catedral será dia 10/03

Para ajudar os fiéis a viverem da melhor maneira o tempo quaresmal, será realizado no próximo domingo, 10/03, o Retiro Quaresmal da nossa paróquia. O evento será realizado das 7h30 às 12h no Centro de Eventos da Catedral, localizado na rua São Paulo, 3593.

O evento é aberto para participação de toda a comunidade, sendo necessário fazer a inscrição na secretaria paroquial. No dia será servido um café/lanche.

Mais informações e inscrições pelo telefone: (17)3421-6245 / (17)98114-4841

Ver matéria completa ...
Catequese Batismal de Pais e Padrinhos será dia 03/03

Estão abertas as inscrições para a Catequse Batismal para Pais e Padrinhos que será realizada no dia 03 de março, iniciando às 7h30 no Salão Paroquial e as inscrições devem ser feitas na Secretaria Paroquial. Mais informações pelo telefone: (17) 3421-6245 ou (17)98114-4841.

Ver matéria completa ...
Participe das Celebrações da Quarta-feira de Cinzas

A Quarta-Feira de Cinzas, 14/02, na Catedral de Votuporanga será celebrada com a Santa Missa em três horários para que os fieis possam participar solenemente do início da Quaresma: 9h, 15h e 19h. A Santa Missa das 9h será presidida por Dom Moacir Aparecido de Freitas, bispo diocesano, e concelebrada pelos padres da diocese e marcará também a abertura da Campanha da Fraternidade 2024, que este ano tem como tema “Fraternidade e Amizade Social” e o lema “Vós sois todos irmãos e irmãs” (Mt 23,08).

A Celebração da Imposição das Cinzas tem um grande significado para os cristãos, pois marca o inicio da Quaresma, tempo de preparação para a Páscoa do Senhor; período, este, que deve ser marcado por oração, esmola, perdão, reconciliação, penitência, caridade e conversão..

As cinzas são utilizadas liturgicamente desde o antigo testamento, como pode ser observado em algumas passagens bíblicas, que narram ocasiões em que cristãos jogavam cinzas na cabeça para demonstrar luto, penitência ou dor que estavam vivenciando.

Apenas no século VI, a Quarta-Feira de Cinzas passou a marcar o início da Quaresma. Antes disso, no século anterior, por volta do ano 461, no Pontificado do Papa Leão Magno, a Quaresma iniciava no sexto domingo antes da Páscoa do Senhor. Naquela época, os quarenta dias de preparação para a Páscoa não contemplavam os quarenta dias de jejum, uma vez que os domingos estavam incluídos na contagem, mas não se jejuava neste dia. Por isso, fez-se necessário adiantar o início da Quaresma para que fossem completados os quarenta dias de jejum.

Quanto à imposição das cinzas, esta passou a ser obrigatória no século X. De acordo com o Missal Romano, ao longo da Missa de Quarta-feira de Cinzas, mais precisamente após a homilia, o celebrante abençoa as cinzas, que provêm da queima dos ramos abençoados no Domingo de Ramos do ano anterior, aspergindo água benta sobre elas. Com as cinzas úmidas, o padre, então, marca a testa ou a cabeça de cada fiel, pronunciando uma dessas frases: “Lembra-te que és pó e que ao pó voltarás” ou “Convertei-vos e crede no Evangelho”.

Esse gesto traz a reflexão sobre a origem e o fim de cada um de nós e também mostra a importância e a urgência de nossa conversão, de renascermos das cinzas, de deixarmos para traz todo o pecado, pois não sabemos quando iremos partir dessa vida. Por essa razão, devemos nos preparar, dia a dia, para a nossa vida definitiva, que está na eternidade com Deus.

Qualquer pessoa pode receber as cinzas, segundo o Catecismo (1670 ss.), mas para isso, a Igreja aconselha jejum e abstinência neste dia, assim como também na Sexta-feira Santa, para as pessoas maiores de 18 e menores de 60 anos.

Venha em busca da sua conversão! Participe desta Celebração conosco! Sua presença é indispensável!

Ver matéria completa ...
Diácono Ancelmo representou a diocese em encontro Nacional em preparação ao Jubileu 2025

Em preparação ao Jubileu 2025, foi realizado nos últimos dias de janeiro um "Encontro Nacional" sobre o tema, respondendo ao chamado da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Mais de 300 pessoas participaram do evento, onde a Diocese de Votuporanga é representada pelo Diácono Ancelmo José Lio.

A página da CNBB destaca o “convidado especial para assessorar o evento, dom Rino Fisichella, pró-prefeito do Dicastério para a Evangelização e coordenador do Jubileu 2025, que destacou a sua felicidade em participar deste momento organizado pela conferência episcopal do Brasil e o seu encontro com o Papa Francisco antes de viajar. Segundo dom Fisichella, o papa pediu-lhe que trouxesse a sua saudação e bênção a todos os brasileiros”.

“Agradeço de coração a presidência da conferência episcopal por ter organizado este encontro em preparação ao jubileu. Estou grato por encontrar grande ajuda na cansativa preparação do jubileu, que será um momento de graça para toda a igreja.”

Fonte: texto e imagem extraídos de https://diocesevotuporanga.org.br/diocese-de-votuporanga-e-representada-em-encontro-nacional-em-preparacao-ao-jubileu-2025/

Ver matéria completa ...
Regional Sul 1 promove encontro de Padres e Assessores do Setor Juventude

Nos dias 29, 30 e 31 de janeiro, a Diocese de Votuporanga foi representada no Encontro dos Padres Assessores e Assessores Diocesanos do Setor Juventude promovido pelo Regional Sul 1 da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Nossa Diocese foi representada pela Irmã Nádia Maciel, assessora diocesana do Setor Juventude.

Durante o encontro foram realizados momentos de partilha dos trabalhos realizados nas Dioceses e as experiências do Setor Diocesano da Juventude e foi discutido o Plano de Pastoral Juvenil da Igreja no Brasil – “Projeto ao seu lado” com o Padre Toninho que é Assessor Externo da Pastoral Juvenil.

Além disso, tiveram formações de Liderança a luz da logoterapia e análise existencial, experiências de evangelização com juventude: Saúde Mental da juventude e painel das experiências significativas da Pastoral juvenil. Em todos os dias, houve a celebração da Santa Missa.

Fonte: texto e imagem extraídos de https://diocesevotuporanga.org.br/regional-sul-1-promove-encontro-de-padres-e-assessores-do-setor-juventude/

Ver matéria completa ...
Participe da Celebração da Partilha nos Setores no dia 08/02

Nesta próxima quinta-feira, 08/02, será realizada a Celebração da Partilha nos 14 setores de nossa comunidade a partir das 20h. 
Para aqueles que não puderem participar da Celebração da Partilha, o Dízimo poderá ser ofertado com a Pastoral do Dízimo antes ou depois das Missas na Catedral, na Secretaria Paroquial, localizada na Rua São Paulo, 3577, por transferência bancária ou PIX (chave PIX CNPJ: 26.803.548/0002-44).

Dízimo é o ato de gratidão a Deus, do qual recebemos tudo o que temos. É devolução a Ele de um pouco do que dele recebemos, por meio da Igreja, para que seu Reino aconteça entre nós. É manifestação de nosso amor a Deus e aos irmãos. É partilha dos bens que estão a nosso dispor, especialmente com os mais necessitados. 
O oferecimento do Dízimo nasce do coração de cada cristão participante em sua comunidade. O cristão esclarecido, em espírito de oração, fará a Deus a sua promessa, o seu voto de ofertar o Dízimo. É um ato de Amor a Deus e aos irmãos. Dízimo é uma questão de generosidade. Dê cada um conforme o impulso do seu coração, sem tristeza nem constrangimento. Deus ama quem dá com alegria(2 Cor. 9,7). 
O dizimista deve sentir-se livre perante Deus ao fixar o percentual de sua contribuição. Não deve se preocupar com o que sai do seu bolso (se muito ou pouco dinheiro), mas com o que sai de seu coração (se pouco ou muito amor a Deus e à Comunidade).

Ver matéria completa ...
Conheça a Oração da Campanha da Fraternidade 2024

No próximo dia 14/02, Quarta-feira de Cinzas, a Igreja no Brasil inicia a Campanha da Fraternidade que neste ano tem como tema “Fraternidade e amizade social” e o lema “Vós sois todos irmãos e irmãs” (Mt 23,8). Abaixo apresentamos a Oração da Campanha da Fraternidade desse ano:

ORAÇÃO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2024

Deus Pai, vós criastes todos os seres humanos com a mesma dignidade. Vós os resgatastes pela vida, morte e ressurreição do vosso filho Jesus Cristo e os tornastes filhos e filhas santificados no Espírito!

Ajudai-nos, nesta Quaresma, a compreender o valor da amizade social e a viver a beleza da fraternidade humana aberta a todos, para além dos nossos gostos, afetos e preferências num caminho de verdadeira penitência e conversão.

Inspirai-nos um renovado compromisso batismal com a construção de um mundo novo, de diálogo, justiça, igualdade e paz! Conforme a Boa-Nova do Evangelho!

Ensinai-nos a construir uma sociedade solidária sem exclusão, indiferença, violência e guerras! E que Maria, vossa serva e nossa mãe, eduque-nos para fazermos vossa santa vontade! Amém

Ver matéria completa ...
Tempo da Quaresma: jejum, oração e esmola

A Igreja Católica iniciou na Quarta-Feira de Cinzas o período da Quaresma. Este é um tempo litúrgico em que os fiéis se preparam para celebrar a Páscoa de Cristo Jesus. Momento único e importante da fé cristã. 

Marcado pelo tripé jejum, oração e esmola, o período da Quaresma tem duração de quarenta dias. Este tempo litúrgico faz referências aos quarenta dias que Jesus ficou em jejum no deserto e depois foi tentado pelo demônio. O número 40 também representa um valor simbólico nas Sagradas Escrituras. Alguns exemplos: por 40 dias e 40 noites, Deus fez cair o dilúvio sobre a terra. Por 40 anos, o povo de Israel se fez peregrino pelo deserto sinaítico até entrar na Terra Prometida. 

O jejum, a esmola e a oração nos ensinam a viver todo o ano litúrgico”, explica. Ele orienta ainda que se aproveite a oportunidade para ir vencendo as tendências da carne, os prazeres passageiros e cada vez mais configurar-se a Cristo.

A penitência é definida pelo Catecismo como uma reorientação radical da vida por inteiro, um regresso, uma conversão a Deus de todo o coração, que comporta uma ruptura com o pecado, uma aversão ao mal, com repugnância pelas más ações cometidas, e que implica, simultaneamente, o desejo e o propósito de mudar de vida, com a esperança da misericórdia divina e a confiança na ajuda da sua graça (cf. CIC 1431).

Já a esmola é a oportunidade de combater o egoísmo, ir ao encontro do irmão não só materialmente mas também espiritualmente. E a oração unir-se a Jesus, Aquele que leva vida nova.

Ver matéria completa ...
Participe da Missa e Procissão da Penitência às sextas-feiras da Quaresma

Para melhor celebrar o Tempo Quaresmal, tempo dedicado à penitência, oração, caridade e em preparação para a Páscoa do Senhor, a Paróquia Nossa Senhora Aparecida realizará em todas as sextas-feiras da Quaresma a Santa Missa e Procissão da Penitência. A celebração tem início às 5h30 na Sé Catedral.

A pequena procissão realizada na praça durante o Ato Penitencial nos convida a refletir sobre o arrependimento e a conversão.

Venha participar conosco deste momento de reflexão e piedade que nos ajuda a reconhecer a nossa pequenez diante de Deus e nos motiva a ter uma vida cada vez fiel ao Reino do Pai.

Ver matéria completa ...
Conheça o significado das Cinzas

Você já se perguntou qual o significado das cinzas na Quarta Feira de Cinzas? De onde vem essa prática? Por que as cinzas na minha testa ou na minha cabeça? O padre ou ministro falam algo para mim neste momento, mas não entendo muito bem.

Bom, convido você a fazer uma caminhada comigo pela história. A Igreja Católica caminha junto com a história, não é um ser isolado da realidade. Já no Antigo Testamento, também chamado de Primeiro Testamento, os livros da Bíblia escritos antes da vinda de Jesus já falavam das cinzas. O livro de Ester, por exemplo, fala de um tal Mardoqueu, que se veste de saco e se cobre de cinzas quando fica sabendo do decreto do Rei Asuer I. Jó também se veste de saco e cheio de arrependimento se cobre de cinzas. Alguns exemplos tirados do Antigo Testamento demonstram que as pessoas compreendiam o que as cinzas simbolizavam: dor, morte, penitência, arrependimento.

E alguém pode perguntar: e o Novo Testamento, também chamado Segundo Testamento, continuou a prática das cinzas? Sim. No tempo de Jesus, a prática das cinzas continua em vigor. Temos um exemplo no evangelho de Mateus, no qual Jesus fala de cidades que se converteram e usaram as cinzas para seu arrependimento. (Cf. Mt 11,21).

A Igreja Católica, desde os primeiros tempos, continuou a prática do uso das cinzas com o mesmo simbolismo. Desde o ano 160 depois da ressurreição de Cristo, um famoso teólogo chamado Tertuliano fala da virtude do cristão: "ser penitente vestir de saco rude e cobrir de cinzas". Sabe-se que num determinado momento existiu uma prática que consistia no sacerdote impor as cinzas em todos aqueles que deviam fazer penitência pública. As cinzas eram colocadas quando o penitente saía do confessionário.

No período medieval, por volta do século VIII, as pessoas que estavam para morrer eram deitadas no chão sobre um tecido de saco coberto de cinzas. O sacerdote benzia a pessoa com água benta dizendo-lhe: "Recorda-te que tu és pó e em pó te converterá". O penitente respondia: "Sim". Era uma forma simbólica de mostrar que o penitente estava arrependido.

Com o passar do tempo, a distribuição das cinzas foi associada ao início da Quaresma, período de preparação de quarenta dias antes da Páscoa da Ressurreição. Na nossa liturgia atual da Quarta-Feira de Cinzas utilizamos cinzas feitas com os ramos de palmas distribuídos no ano anterior no Domingo de Ramos. O sacerdote abençoa as cinzas e as impõe na fronte de cada fiel traçando com essas o Sinal da Cruz. Logo em seguida, diz: "Recorda-te que és pó e em pó te converterás" ou então "Arrependei e crede no Evangelho". A nossa vida só tem sentido se estamos em sintonia com o projeto de Deus, sem Ele somos criaturas que negam o seu Criador, perdemos assim a dignidade dos filhos e filhas de Deus.

É um tempo de preparação propício para revermos nossas ações. Aproveitemos a Quaresma compreendendo o significado das cinzas na nossa vida. Somos passageiros, não temos morada permanente aqui na terra e isso faz com que nós reflitamos com nossas atitudes, a nossa vida toda entregue nos planos de Deus. Ele quer o melhor para nós. Ele não quer a morte do pecador, mas que ele se converta e volte à vida.

Ver matéria completa ...
Roteiro da Celebração da Partilha de Fevereiro está disponível

 

CELEBRAÇÃO DA PALAVRA E PARTILHA DO DÍZIMO

Quinta-feira 08 fevereiro de 2024

(5ª Semana do Tempo Comum)

MONIÇÃO INICIAL: Boa noite a todos! Sejam Bem Vindos! Irmãos e irmãs, nesta celebração apresentemos ao Senhor nosso desejo sincero de corresponder ao seu amor, pela acolhida fraterna de nosso próximo e pela generosidade expressa na contribuição do Dízimo. Que esta prova de amor e gratidão a Deus e aos irmãos nos anime e sustente na fé e nos faça participantes da edificação da Igreja. Canto: A escolher                                

PR: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo - POVO: Amém.

PR: A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o Amor do Pai e a Comunhão do Espírito Santo estejam convosco.

POVO: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

ATO PENITENCIAL: (Momento de silêncio e reflexão). Pode ser cantado ou  

PR: Confessemos os nossos pecados: Confesso a Deus todo poderoso, e a vós irmãos e irmãs, que pequei muitas por pensamentos, palavras, atos e omissões. Por minha culpa, minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos anjos e santos, e a vós, irmãos e irmãs, que rogueis por mim a Deus Nosso Senhor.

PR: Senhor, tende piedade de nós! Senhor, tende piedade de nós!

PR: Cristo, tende piedade de nós! Cristo, tende piedade de nós!

PR: Senhor, tende piedade de nós! Senhor, tende piedade de nós! 

PR: Deus todo poderoso, tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza vida eterna. Amém!

PR: OREMOS: Ó Deus, ao dar-vos graças pelos frutos que a terra produziu para o nosso sustento, concedei que a vossa providência, que os fez brotar do solo, faça germinar em nossos corações a semente da justiça e da caridade. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus, e convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo, por todos os séculos dos séculos. Amém. 

LITURGIA DA PALAVRA

Comentário: São Paulo, com muita habilidade cristã, incentiva os cristãos de corinto sobre a coleta em favor da comunidade de Jerusalém, e exorta-os a usarem o impulso do coração, sem tristeza, nem constrangimento, pois se queremos colher com abundância, importa semear com generosidade. Vamos ouvir. 

1ª LEITURA: (2 Cor 9, 6-15) 

SALMO RESPONSORIAL: 105 (106) 

 Refrão: Lembrai-vos, ó Senhor, de mim, lembrai-vos, segundo o amor que demonstrais ao vosso povo! 

1.    Felizes os que guardam seus preceitos e praticam a justiça em todo o tempo! Lembrai-vos, ó Senhor, de mim, lembrai-vos, pelo amor que demonstrais ao vosso povo! 

2.    Misturaram-se, então, com os pagãos, e aprenderam seus costumes depravados. Aos ídolos pagãos prestaram culto, que se tornaram armadilha para eles. 

3.    Pois imolaram até mesmo os próprios filhos, sacrificaram suas filhas aos demônios. Acendeu-se a ira de Deus contra seu povo, e o Senhor abominou a sua herança. 

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO. EVANGELHO (Marcos 7, 24-30)

PRECES: Devem ser preparadas pelo setor. 

PARTILHA DO DÍZIMO (motivação feita pelo celebrante para a procissão das ofertas) 

ORAÇÃO DEPOIS DA PARTILHA 

PR: Oremos: Recebi, ó Pai, o nosso dízimo, como recebestes a oferta de Abel, o sacrifício de Abraão e os dons de Melquisedec. Nós vos suplicamos que seja levado a vossa presença e sejamos repletos de todas as graças e bênçãos do Céu. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

 MOMENTO DE LOUVOR

(OBS. canta-se um refrão enquanto 3 pessoas vão buscar o Santíssimo e o coloca sobre o altar. O ministro trás o Santíssimo, juntamente com os outros 2 um leva o corporal e outro a vela)

REFRÃO: O Pão do céu és tu Jesus, via de amor, nos transforma em Ti.

OBS.: Após ter colocado o Santíssimo sobre o altar; para o canto e quem preside faz uma reverência (genuflexão) ao Santíssimo.

PR: Irmãos (as) estas hóstias consagradas são a recordação viva do Corpo do Senhor, da vida que Ele entregou por todos nós. Jesus nos alimenta com o pão da Vida e nos une a todos os irmãos (as) que estão reunidos nos demais setores de nossa comunidade. 

PR: O Senhor esteja com vocês.          - POVO: Ele está no meio de nós. 

PR: Elevemos ao Senhor o nosso louvor. - POVO: E nossa alegria e salvação. 

PR: Nos vos damos graças, ó Pai, por toda a vossa criação e por tudo o que fizestes no meio de nós, por meio de Jesus Cristo, vosso Filho e nosso irmão, que nos deste como imagem viva do vosso amor e de vossa bondade.

POVO: Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor! 

PR: Como expressão de nosso louvor, colocamos aqui este sinal da nossa fé: a comunhão no Santíssimo Corpo do Senhor e nosso desejo de corresponder com mais fidelidade à missão que nos destes.

POVO: Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor! 

PR: Enviai sobre nós, aqui reunidos, o vosso Espírito e dai a esta terra que nos sustenta uma nova face. Que haja paz em nossas famílias e cresça em nossa comunidade a alegria de sermos vossos, por Cristo nosso Senhor.

POVO: Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor! 

PR: Pela palavra do Evangelho de vosso Filho, fazei que as Igrejas do mundo inteiro caminhem na unidade e sejam sinais da presença do Cristo ressuscitado. Tornai este setor cada vez mais sinal da vossa bondade.

POVO: Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor! 

PR.: Ó Deus, criador do céu e da terra, os nossos louvores e nossas preces cheguem a vós pelas mãos daquele que é nosso único mediador, Jesus Cristo nosso Senhor. Amém 

RITO DE COMUNHÃO

PR: Rezemos juntos como o Senhor nos ensinou- PAI NOSSO....

O Ministro tomando a hóstia consagrada diz: Felizes os convidados para a Ceia do Senhor. Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.

POVO: - Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo.

  CANTO: - A escolher.

DEPOIS DA COMUNHÃO

OREMOS - Dai-nos, ó Deus, colher os frutos da nossa participação nesta celebração da partilha para que, auxiliados pelos bens terrenos, possamos conhecer os valores eternos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. - Amém. 

BENÇÃO: PR- Abençoe-nos o Deus todo poderoso, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

 

Ver matéria completa ...
Catequese Batismal de Pais e Padrinhos será dia 04/02

Estão abertas as inscrições para a Catequese Batismal para Pais e Padrinhos que será realizada no dia 04 de fevereiro, iniciando às 7h30 no Salão Paroquial e as inscrições devem ser feitas na Secretaria Paroquial. Mais informações pelo telefone: (17) 3421-6245 ou (17)98114-4841.

Ver matéria completa ...
Padre Gilmar completa 29 anos de ordenação sacerdotal

No dia 27 de janeiro, o padre Gilmar Antonio Fernandes Margotto, Administrador Paroquial da Paróquia Nossa Senhora Aparecida (Catedral) comemora 29 anos de ordenação sacerdotal. Nascido em Votuporanga, no dia 02 de julho de 1970, desde sua infância e juventude se interessou pela Igreja e trabalhos pastorais da comunidade, participando da Catequese, Congregação Mariana e Pastoral da Juventude. Em 1988, aos 17 anos, padre Gilmar aceitou o chamado de Deus e ingressou no Seminário Diocesano em São José do Rio Preto.

Em Rio Preto, ele cursou Filosofia e Teologia pela Faculdade Sagrado Coração de Jesus entre os anos de 1988 e 1994. Foi ordenado diácono no dia 13 de maio de 1994 e recebeu a ordenação Presbiteral no dia 27 de janeiro de 1995, por imposição das mãos de Dom José de Aquino Pereira, na Igreja Matriz Nossa Senhora Aparecida de Votuporanga.

Menos de um mês após a sua ordenação presbiteral, foi nomeado pároco da recém criada Paróquia Senhor Bom Jesus de Votuporanga. Durante mais de 16 anos, o padre Gilmar esteve a frente da Paróquia Senhor Bom Jesus, enfrentando as dificuldades iniciais como os poucos recursos financeiros, falta de espaço para reuniões, catequeses e encontros, mas com a ajuda da caminhada, com quem manteve um laço forte de amizade e fidelidade, todas as dificuldades foram vencidas. Neste período em que ficou a frente da paróquia Senhor Bom Jesus, destaca-se a construção da nova Igreja e do Centro de Pastoral, criação de movimentos e pastorais, formação de lideranças, dinamização das atividades e trabalho com a juventude.

Padre Gilmar também é formado em Psicologia pelo Centro Universitário do Norte Paulista (UNORP).  Juntamente com os padres Edemur José Alves (falecido em 2011) e Carlos Rodrigues dos Santos, ele formou a Comissão Diocesana de Estudos para a criação da Diocese de Votuporanga. 

Em setembro de 2011, após o falecimento do padre Edemur José Alves, de quem era muito amigo, foi convidado pelo bispo diocesano a assumir a Paróquia Nossa Senhora Aparecida. Em meio a dor em deixar sua comunidade tão amada e o entusiasmo em assumir um novo desafio que a Igreja o confiava, ele aceitou o convite do bispo, tomando posse no dia 26 de outubro de 2011.

Ver matéria completa ...
Catequese Batismal para Pais e Padrinhos será dia 04/02

Estão abertas as inscrições para a Catequse Batismal para Pais e Padrinhos que será realizada no dia 04 de fevereiro, iniciando às 7h30 no Salão Paroquial e as inscrições devem ser feitas na Secretaria Paroquial. Mais informações pelo telefone: (17) 3421-6245 ou (17)98114-4841.

Ver matéria completa ...
Papa: “devemos defender o amor e a pureza de doar-se um ao outro”

Prosseguindo com o ciclo de reflexões sobre “vícios e virtudes”, o Papa Francisco falou sobre o pecado da luxúria na Audiência Geral desta quarta-feira, 17. Aos fiéis presentes na Sala Paulo VI, ele citou que “os antigos Padres ensinam que, depois da gula, é o segundo ‘demônio’ que está sempre à porta do coração”.

O Pontífice afirmou que, enquanto a gula se refere à voracidade por comida, a luxúria tem como objeto “outra pessoa”. Isso leva a um “vínculo envenenado” entre os seres humanos, especialmente na área da sexualidade.

O Santo Padre pontuou que o cristianismo não condena o instinto sexual, e recordou o livro do Cântico dos Cânticos na Bíblia, “um maravilhoso poema de amor entre dois noivos”. Contudo, frisou que esta dimensão da humanidade não está isenta de perigos. Citando São Paulo em sua primeira Carta aos Coríntios (cf. 1Cor 5,1), Francisco afirma que a repreensão do autor refere-se justamente a uma gestão “pouco saudável” da sexualidade por alguns cristãos.

A experiência de apaixonar-se

Voltando-se então para a experiência de se apaixonar, o Papa disse que esta é uma das realidades mais surpreendentes na existência humana. “A maioria das canções que ouvimos no rádio é sobre isso: amores que se iluminam, amores sempre buscados e nunca alcançados, amores cheios de alegria ou que atormentam até as lágrimas”, observou.

Na sequência, ele frisou que, “se não estiver poluído pelo vício, o apaixonar-se é um dos sentimentos mais puros”. O Pontífice destacou a generosidade de uma pessoa apaixonada, que “deixa de pensar em si mesmo para se projetar completamente no outro”. “Em muitos aspetos o seu amor é incondicional, sem qualquer motivo”, completou.

Por outro lado, o Santo Padre afirmou que este amor tão poderoso é também um pouco ingênuo. “O apaixonado não conhece bem o rosto do outro, tende a idealizá-lo, está pronto a fazer promessas cujo peso não compreende imediatamente”, indicou, alertando que este “jardim de maravilhas” não está a salvo do mal e pode ser desconfigurado pela luxúria.

A luxúria deseja possuir o outro

Francisco apontou que este vício é odioso por dois motivos. O primeiro deles é por devastar as relações entre as pessoas por causa do desejo de posse, que transforma os relacionamentos em algo tóxico, sem respeito ou limites. “São amores em que faltou a castidade: virtude que não deve ser confundida com a abstinência sexual, mas sim com a vontade de nunca possuir o outro”, explicou.

“Amar é respeitar o outro, buscar a sua felicidade, cultivar a empatia pelos seus sentimentos, colocar-se no conhecimento de um corpo, de uma psicologia e de uma alma que não são os nossos, e que devem ser contemplados pela beleza de que são portadores. Amar é belo”, declarou o Papa.

Ele enfatizou que a luxúria “ataca, rouba, consome às pressas, não quer ouvir o outro, mas apenas a sua própria necessidade e prazer”, adicionando que “o luxurioso só busca atalhos: não entende que o caminho do amor deve ser percorrido devagar, e essa paciência, longe de ser sinônimo de tédio, nos permite tornar felizes as nossas relações amorosas”.

A luxúria priva o homem da liberdade

O segundo motivo pelo qual este vício é detestável relaciona-se com a “voz poderosa” que a sexualidade tem entre os prazeres humanos. “Se não for disciplinada com paciência, se não se inscrever em uma relação e em uma história onde dois indivíduos a transformam em uma dança amorosa”, alertou o Pontífice, “ela transforma-se em uma corrente que priva o homem de liberdade”.

Neste sentido, o Santo Padre citou a pornografia, uma “satisfação sem relacionamento” que pode gerar dependência. “Devemos defender o amor, a pureza de doar-se um ao outro, essa é a beleza de uma relação sexual”, exortou.

“O verdadeiro amor não possui, se doa”

Por fim, Francisco sinalizou que a batalha contra a luxúria pode ser uma tarefa para toda a vida. Entretanto, afirmou que o prêmio desta batalha é o mais importante de todos, porque consiste em preservar aquela beleza que Deus imaginou ao criar o homem e a mulher e o amor entre eles.

“Construir juntos uma história é melhor do que correr atrás de aventuras, cultivar ternura é melhor do que se curvar ao demônio da posse, o verdadeiro amor não possui, se doa, servir é melhor do que conquistar. Porque se não há amor, a vida é uma triste solidão”, concluiu.

Ver matéria completa ...
Papa Francisco envia mensagem ao Fórum Econômico Mundial

O Papa Francisco enviou, nesta segunda-feira, 15, uma mensagem aos líderes e representantes mundiais que se reúnem no Fórum Mundial Econômico, em Davos, nos Alpes suíços. Na pauta, dois foram os principais temas debatidos: a crise climática e a transição das matrizes energéticas.

“A reunião anual deste ano do Fórum Econômico Mundial decorre num clima muito preocupante de instabilidade internacional”, disse o Sucessor de Pedro em sua mensagem. “Espero que vossos debates levem em conta a necessidade urgente de promover a coesão social, a fraternidade e a reconciliação entre grupos”, reiterou a seguir.

O Santo Padre não se furtou em criticar o atual momento bélico que o mundo atravessa. Lamentou as milhares de vidas ceifadas com a guerra e clamou que as nações possam superar este merencório momento que a humanidade atravessa. “A paz pela qual anseiam os povos do nosso mundo não pode ser outra coisa senão o fruto da justiça (cf. Isaías 32,17). Consequentemente, exige mais do que simplesmente pôr de lado os instrumentos de guerra; exige abordar as injustiças que são as causas profundas dos conflitos”, observou.

Não à pobreza

Francisco, em um momento de sua mensagem, também chamou atenção para a pobreza exacerbada que assola o mundo — especialmente as nações menos desenvolvidas, vítimas mais frequentes das inequidades econômicas do mundo contemporâneo. “Espero, portanto, que os participantes no Fórum deste ano estejam conscientes da responsabilidade moral que cada um de nós tem na luta contra a pobreza, na consecução de um desenvolvimento integral para todos os nossos irmãos e irmãs, e na busca de um coexistência pacífica entre os povos”, ponderou o Pontífice.

Por fim, o Papa citou sua recém-publicada exortação apostólica Laudate Deum, que dá continuidade à Laudato si no que se refere aos cuidados com a Casa Comum. “Cada nova geração deve assumir as lutas e conquistas das gerações passadas, ao mesmo tempo que visa ainda mais alto. O bem, juntamente com o amor, a justiça e a solidariedade, não são alcançados de uma vez por todas; eles têm que ser realizados a cada dia”.

“Com estes sentimentos, apresento meus sinceros votos para as deliberações do Fórum e, sobre todos os participantes, invoco de bom grado uma abundância de bênçãos divinas”, finalizou.

fonte: texto e imagens extraídos de  https://noticias.cancaonova.com/especiais/pontificado/francisco/papa-francisco-envia-mensagem-ao-forum-economico-mundial/

Clique aqui para ver mais Matérias