A Igreja acontece nas comunidades - Catedral Votuporanga-SP
A Igreja acontece nas comunidades


23/01/2016 - 17:04
Dom Canísio Klaus
Bispo de Santa Cruz do Sul (RS)


Durante cinco anos e meio tive a alegria de ser Bispo na Diocese de Santa Cruz do Sul. Gostei de trabalhar junto com as comunidades e também com os padres, muitos dos quais foram meus colegas no seminário. A partir de março, deverei me transferir para a Diocese de Sinop, no Mato Grosso, onde trabalhei como padre missionário por 10 anos. Vou com a mesma disposição com que cheguei a Santa Cruz do Sul em julho de 2010, atendendo o pedido do querido Papa Francisco, sabendo que a minha missão é evangelizar: Evangelizare misit me.

Um dos principais trabalhos do Bispo é animar as lideranças e fortalecer as comunidades. E é isto que procurei fazer aqui e deverei continuar a fazer no Mato Grosso, uma vez que a fé cristã é professada e alimentada na comunidade. Conforme afirmação do Papa Francisco na Jornada Mundial da Juventude: “o discípulo de Cristo não é uma pessoa isolada em uma espiritualidade intimista, mas uma pessoa em comunidade para se dar aos outros”.

No documento “Comunidade de comunidades: uma nova paróquia”, a CNBB afirma que “a palavra comunidade significa a união intima ou a comunhão das pessoas entre si e delas com o Deus Trindade. Essa comunhão se realiza fundamentalmente pelo Batismo e pela Eucaristia” (n 170). E mais: “a comunidade cristã é a experiência de Igreja que acontece ao redor da casa”. Ela se caracteriza como casa da Palavra, casa do pão e casa da caridade. É na comunidade que “o discípulo escuta, acolhe e pratica a Palavra”. É também na comunidade que ele se alimenta da Eucaristia como “sacramento de comunhão e reconciliação”. E é ainda na comunidade que ele entra numa nova dimensão, que é “a relação com Deus e com o próximo: a dimensão do amor como ágape” (n 183).

As comunidades se agregam entre si e constituem a paróquia. As paróquias se congregam e formam a Diocese. O conjunto de todas as dioceses busca seu princípio de unidade na Diocese de Roma, cujo bispo é o Papa. É assim que nós, a partir da participação na comunidade, somos Igreja Católica e formamos o Novo Povo de Deus.

Em 2016, o Povo de Deus congregado nas comunidades católicas da Diocese de Santa Cruz do Sul está sendo convidado a avaliar a sua fidelidade ao projeto de Jesus Cristo e rever a forma de iniciar os seus membros na fé cristã, através da Assembleia Diocesana de Pastoral nos dias 14 e 15 de novembro. Até lá, cada comunidade e cada paróquia deverá fazer a sua avaliação em base ao projeto de Jesus Cristo.

Reafirmemos o nosso compromisso com a comunidade de fé, ajudando-a a ser “casa da Palavra, casa do Pão e casa da Caridade”. E em comunhão com as outras comunidades, assumamos o trabalho missionário para que a Palavra de Jesus Cristo seja conhecida e vivida em todo o mundo.


Ultimas Matérias
Semana Nacional da Família termina neste domingo com show de Paulinho Ribeiro
1º Desperta Jovem Diocesano acontecerá nesse domingo na Santa Luzia
Coro Municipal de Fernandópolis se apresenta na Catedral de Votuporanga nesta quarta-feira
Pastoral da Criança de Votuporanga: um trabalho de amor à vida
Dom José Reginaldo Andrietta celebra missa na Catedral de Votuporanga
Veja Mais