Papa sobre EUA: violência deve ser condenada, é hora de remediar


10/01/2021 - 12:03
Francisco comentou ataque ao Congresso dos EUA; Entender “e não repetir”, é preciso “aprender com a história”, disse

Os eventos no Capitólio, nos EUA, foram também uma surpresa para o Papa Francisco, mesmo que nenhuma sociedade possa se considerar imune à forças subversivas internas. Durante uma entrevista ao Canale 5, o Santo Padre falou sobre o que aconteceu em 6 de janeiro, quando manifestantes pró-Trump atacaram o Congresso dos EUA.

“Fiquei surpreso porque é um povo muito disciplinado na democracia”, disse o Santo Padre na antecipação da entrevista que o canal Mediaset transmitirá na noite deste domingo, 10. No entanto, observou Francisco, mesmo “nas realidades mais maduras há sempre algo que não funciona”, há pessoas “que tomam um caminho contra a comunidade, contra a democracia, contra o bem comum”.

“A violência certamente deve ser condenada”, prossegue o Papa, “este movimento deve ser condenado independentemente das pessoas”. “Nenhum povo pode gabar-se de não ter tido um dia, um caso de violência”, Portanto, é uma questão de “entender bem para não repetir e aprender com a história”. Em todo caso, explica o Pontífice, a compreensão é fundamental “porque assim se pode remediar”.



Ultimas Matérias
Um encontro verdadeiro com Jesus nunca é esquecido, afirma Papa
A unidade é sempre superior ao conflito, reitera Papa
Papa Francisco e Bento XVI recebem vacina contra Covid-19 no Vaticano
Líderes católicos realizarão conferência sobre a vacina contra a Covid-19
Francisco no Angelus: Deus nos acaricia com a sua misericórdia
Veja Mais