Papa deseja fraterna solidariedade e paz para todos em 2021


02/01/2021 - 12:16
Santo Padre falou sobre cultura do cuidado e paz em sua reflexão antes do Angelus

Cada um de nós procure fazer com que seja um ano de solidariedade fraterna e de paz para todos; um ano repleto de confiança e de esperanças”. Esses são os votos do Papa Francisco para o ano de 2021, expressos em sua reflexão antes da oração mariana do Angelus nesta sexta-feira, 1º, solenidade de Santa Maria Mãe de Deus.

Fazendo menção à solenidade de hoje, o Papa destacou a ternura materna com a qual Maria olha para a humanidade, do mesmo modo que olhava para seu Filho Jesus.

“O olhar assegurador e consolador da Virgem Santa é um encorajamento para fazer de modo que este tempo, que nos é dado pelo Senhor, seja gasto para o nosso crescimento humano e espiritual, que seja um tempo para remover os ódios e as divisões, e existem muitas, que seja um tempo para sentir que somos todos mais irmãos e irmãs, que seja um tempo para construir e não para destruir, cuidando uns dos outros e da criação. Um tempo para fazer crescer, um tempo de paz”, disse.

Francisco recordou ainda o tema da mensagem para o Dia Mundial da Paz, também celebrado hoje: “A cultura do cuidado como percurso de paz”, tendo foco para o cuidado do próximo e da criação. E considerou que as dores que marcaram o ano passado, especialmente a pandemia, ensinam como é necessário interessar-se pelos problemas dos outros e compartilhar suas preocupações.

“Esta atitude representa o caminho que leva à paz, pois favorece a construção de uma sociedade fundada em relações fraternais. Cada um de nós, homens e mulheres de nosso tempo, é chamado a realizar a paz: cada um de nós. Não sejamos indiferentes a isso”.

A construção da paz pode começar de dentro, observou o Papa, com a paz no coração e com aqueles com quem se convive. Trata-se de desenvolver uma mentalidade e uma cultura do “cuidar”, para derrotar a indiferença, o descarte e a rivalidade. “A paz não é apenas a ausência de guerra (…) A paz está na vida: não é apenas a ausência de guerra, mas uma vida rica em sentido, impostada e vivida na realização pessoal e na partilha fraterna com os outros”.

Francisco pediu a intercessão da Virgem Maria para que cada um tenha o bem da paz, o que não se pode conseguir plenamente apenas com a força humana. A paz é sobretudo um dom de Deus, lembrou o Pontífice: um dom que deve ser implorado com a oração, sustentado pelo diálogo e construído com cooperação aberta à verdade e à justiça.

“Meu auspício é que a paz reine no coração dos homens e nas famílias; nos lugares de trabalho e de lazer; nas comunidades e nas nações. Nas famílias, no trabalho, nas nações: paz. (…) No limiar deste início, a todos estendo meus cordiais votos de um feliz e sereno 2021. Cada um de nós procure fazer com que seja um ano de solidariedade fraterna e de paz para todos; um ano repleto de confiança e de esperanças, que confiamos à proteção celestial de Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe”



Ultimas Matérias
Um encontro verdadeiro com Jesus nunca é esquecido, afirma Papa
A unidade é sempre superior ao conflito, reitera Papa
Papa Francisco e Bento XVI recebem vacina contra Covid-19 no Vaticano
Líderes católicos realizarão conferência sobre a vacina contra a Covid-19
Francisco no Angelus: Deus nos acaricia com a sua misericórdia
Veja Mais