Papa Francisco criará 13 novos cardeais em novo consistório


26/10/2020 - 16:01
O pregador da Casa Pontifícia, Padre Raniero Cantalamessa, e o arcebispo de Santiago, Dom Aós, estão entre os 13 novos cardeais

Papa Francisco anunciou neste domingo, 25, um novo consistório no dia 28 de novembro para a criação de 13 novos cardeais, quatro dos quais têm mais de 80 anos e, portanto, não participarão num eventual conclave. Entre eles estão o arcebispo de Santiago do Chile, o espanhol Celestino Aós, e o Bispo emérito de San Cristobal de las Casas (México), dom Felipe Arizmedi Esquivel do México.

Entre os treze novos cardeais que serão criados no Consistório de 28 de novembro há seis italianos (três dos quias eleitores). São: dom Marcello Semeraro, que da diocese de Albano foi recentemente nomeado Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos (no lugar de Angelo Becciu), dom Paolo Lojudice, arcebispo de Siena e o franciscano, padre Mauro Gambetti, Guardião do Sagrado Convento de Assis.

Farão também parte do Colégio dos Cardeais, não eleitores por motivo de idade, dom Silvano Tomasi, diplomata da Santa Sé, padre Raniero Cantalamessa, pregador da Casa Pontifícia e padre Enrico Feroci, pároco do Divino Amor em Roma ex-diretor da Cáritas diocesana.

Entre os nove, que serão criados como cardeais e com menos de 80 anos de idade, encontram-se também o novo Secretário-Geral do Sínodo dos Bispos, o maltês Mario Grech. Haverá também cardeais do Ruanda e de Kuala Lampur.



Ultimas Matérias
O Papa: educação, abrir-se ao grito que vem de cada ser humano e da Criação
Alimento e teste da Covid-19 para os indigentes, a caridade do Papa não pára
Sem água não há vida, afirma Papa em encontro com bispos
JMJ 2023: plataformas digitais propõem orações mensais
Caridade, não o egoísmo, prepara para o encontro com Deus
Veja Mais