Igreja celebra a Solenidade da Exaltação da Santa Cruz


14/09/2019 - 20:08

A Igreja Católica celebra neste sábado, 14, a Exaltação da Santa Cruz, uma festa muito antiga que tem suas raízes no século V, em Jerusalém. “Para os cristãos a Santa Cruz é sinal de vitória, de ressurreição, de vida. Então, neste dia nos reunimos nas comunidades para celebrar. Antes de tudo, para louvar a Deus pelo infinito amor que Ele por meio de Jesus manifestou a toda humanidade”, destaca o bispo auxiliar de Manaus, Dom José Albuquerque de Araújo.

O bispo de Cornélio Procópio (PR) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o diálogo inter-religioso, Dom Manoel João Francisco, explica que até o século VI, a cruz era vazia, sem a imagem de Cristo. Em seu lugar, eram colocadas pérolas e pedras preciosas. A partir do século VI até o século XII, era comum afixar à cruz a imagem do Cristo vencedor. Em vez de coroa de espinhos, o Cristo tinha em sua cabeça uma coroa de ouro. As pedras preciosas substituíam o sangue e as feridas do Calvário.

De acordo com Dom José Araújo, o grande gesto de Jesus que se entregou na Cruz é para lembrar a humanidade que o caminho da salvação, de fato, é marcado por muitas cruzes. “E nós que estamos neste mundo peregrinando, temos sempre que carregar as nossas cruzes e nos ajudarmos mutuamente (…). Cada um precisa enfrentar os desafios, as dificuldades sempre com fé e esperança”, ressalta.

E continua: “Que a gente possa dar sempre um sentido redentor para todas dificuldades, problemas, angustias, situações complicadas. Porque essa é a nossa esperança. Jesus morreu na cruz para nos dar a vida, nos deixou essa certeza de que a morte não é a última palavra”.

Dom José Araújo lembra que a cruz é o centro da vida do cristão. “Ao fazermos sobre nós o sinal da cruz, nós nos lembramos que nós somos consagrados pelo amor de Deus para também para manifestar a nossa na vida a boa notícia. Cristo está vivo e ressuscitado e a cruz para nós é uma recordação desse gesto que salvou o mundo e todas as vezes que repetimos esse sinal sobre nós, queremos nos lembrar do nosso o compromisso de ajudar todos aqueles que são crucificados”.



Ultimas Matérias
Homilia do Papa Francisco na canonização de Irmã Dulce e outros beatos
Conheça os 5 novos santos da Igreja Católica
Irmã Dulce dos Pobres foi canonizada pelo Papa Francisco
Catedral celebrará Dia da Padroeira
43 anos de falecimento do Frei Arnaldo
Veja Mais