Semana Nacional da Família 2019 celebra os 25 anos do tema da Campanha da Fraternidade de 1994


11/08/2019 - 18:48

Tem início no  domingo, 11 de agosto, quando é celebrado o Dia dos Pais, a Semana Nacional da Família, que neste ano tem como tema “A família, como vai?”.

A Semana Nacional da Família é promovida pela Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF) e Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Trata-se de um evento anual, que já faz parte do calendário das diversas dioceses e paroquias do país.

Esta iniciativa teve início em 1992, como resposta ao desejo de se fazer alguma coisa em defesa e promoção da família, cujos valores vêm sendo agredidos sistematicamente na sociedade. É realizada sempre na segunda semana de agosto, mês vocacional, tendo início com o Dia dos Pais e o domingo em que a Igreja no país celebra a vocação matrimonial.

Conforme assinala o site da CNPF, com o tema deste ano, busca-se “indicar a necessidade da família vivenciar uma profunda experiência de Jesus e da sua Palavra para conseguir vencer os desafios e dificuldades que encontra em seu caminho, e assim compreender seu papel evangelizador na Igreja e na sociedade”.

Para o assessor nacional da Comissão Vida e Família, Padre Jorge Alves Filho, esta pergunta, “A família, como vai?”, continua sendo “também para a Igreja um desafio não só por causa da complexidade que responder a ela envolve, mas principalmente porque também o mundo parece esperar a resposta para ajudá-lo a não ferir mais a própria família que, não deixou de ser a célula da sociedade”.

O próprio Papa Francisco, em diversas ocasiões, tem manifestado seu apoio e oração pelas famílias. Neste mês de agosto, por exemplo, em seu vídeo de intenções de orações, pediu que se reze pelas famílias.

“Rezemos pelas famílias para que graças a uma vida de amor se tornem cada vez mais laboratórios de humanização”, exortou o Santo Padre, pedindo também que “cuidemos das famílias, porque são verdadeiras escolas do amanhã, são espaços de liberdade, são centros de humanidade”.

Além disso, o Pontífice, inclusive, já convocou um Sínodo Extraordinário e um Sínodo Ordinário sobre a família, que resultaram na exortação apostólica pós-sinodal Amoris Laetitia.

Ao final deste documento, o Santo Padre deixou a seguinte oração à Sagrada Família de Nazaré, que pode ser rezada por todas as famílias:

Jesus, Maria e José,
em Vós contemplamos
o esplendor do verdadeiro amor,
confiantes, a Vós nos consagramos.

Sagrada Família de Nazaré,
tornai também as nossas famílias
lugares de comunhão e cenáculos de oração,
autênticas escolas do Evangelho
e pequenas igrejas domésticas.

Sagrada Família de Nazaré,
que nunca mais haja nas famílias
episódios de violência, de fechamento e divisão;
e quem tiver sido ferido ou escandalizado
seja rapidamente consolado e curado.

Sagrada Família de Nazaré,
fazei que todos nos tornemos conscientes
do carácter sagrado e inviolável da família,
da sua beleza no projeto de Deus.

Jesus, Maria e José,
ouvi-nos e acolhei a nossa súplica.



Ultimas Matérias
Homilia do Papa Francisco na canonização de Irmã Dulce e outros beatos
Conheça os 5 novos santos da Igreja Católica
Irmã Dulce dos Pobres foi canonizada pelo Papa Francisco
Catedral celebrará Dia da Padroeira
43 anos de falecimento do Frei Arnaldo
Veja Mais