Vaticano anuncia projetos para prevenir abuso de menores em todo o mundo


11/09/2018 - 07:56

No final de sua assembleia plenária realizada em Roma de 7 a 9 de setembro, a Pontifícia Comissão para a Tutela de Menores anunciou vários projetos para a prevenção de abusos sexuais de menores em todo o mundo.

Em um comunicado divulgado domingo, 9 de setembro pela Imprensa da Santa Sé, o grupo de especialistas que trabalharam com vítimas de abuso por parte do clero, anunciou o lançamento de "vários projetos pilotos, o primeiro será no Brasil".

“Em continuidade com o trabalho dos membros fundadores, esses projetos visam criar ambientes seguros e processos transparentes dentro dos quais as pessoas que sofreram abusos possam confiar nelas”, destacou o texto.

Por sua parte, o grupo de trabalho sobre Educação e Formação delineou uma série de iniciativas futuras, seminários e conferências que representam uma parte essencial na promoção da responsabilidade e conscientização para as políticas locais de proteção.

Em abril de 2019, a Comissão patrocinará uma Conferência sobre Proteção para os Responsáveis da Igreja na Europa Central e Oriental. E em Aparecida, Brasil, a Comissão oferecerá junto com a Conferência Episcopal Brasileira (CNBB) uma semana de formação sobre o tema da salvaguarda a bispos e formadores.

E em novembro de 2019, os membros receberam o convite para ter um encontro com o Conselho Episcopal Latino Americano no México.

Em 2020, a Comissão será co-patrocinadora do Congresso sobre Proteção dos Menores , destinado a agentes da Igreja e da sociedade civil, em Bogotá, Colômbia.

Por outro lado, O grupo de trabalho “Direcionamentos e normas para a tutela” compartilhou seus progressos sobre “o desenvolvimento do instrumento de escuta para oferecer apoio às Conferências Episcopais locais, em relação às políticas de salvaguarda”.

Em uma entrevista concedida ao Vaticano News, o presidente da Pontifícia Comissão para a Tudela de Menores, Cardeal Sean Patrick O'Malley, sublinhou que “certamente, “Certamente, os eventos recentes na Igreja focalizaram a atenção de todos nós acerca da urgente necessidade de uma resposta clara por parte da Igreja sobre os abusos sexuais a menores”.

“Com certeza, uma das responsabilidades da própria Comissão é buscar ouvir as vítimas. Somos sempre ansiosos em ouvir os testemunhos das vítimas, que dão forma a nossas deliberações e a nossos juízos”, afirmou.

A respeito do progresso da Igreja na prevenção de abusos, o Cardeal O'Malley assegurou que “a Comissão foi incansável ao levar a mensagem de tutela ao mundo” e que, desde a sua última reunião, seus membros “participaram das mais de 100 conferências no mundo inteiro”.

“Também estamos trabalhando diligentemente sobre as linhas-orientadoras e melhores práticas, e uma das nossas últimas iniciativas é desenvolver instrumentos que poderão ser utilizados pelas Conferências episcopaispara medir a implementação e o respeito das mesmas”.

“Desse modo, quando os bispos vierem a Roma, por ocasião das visitas ad Limina, poderão demonstrar em que modo terão conseguido colocar em prática as linhas-mestras que toda Conferência episcopal foi encarregada pela Santa Sé e pelo próprio Santo Padre a desenvolver”.

Sobre o futuro, anunciou que uma das suas “iniciativas agora é criar Comitês consultivos para os sobreviventes em vários continentes, os ‘Survivors’ Advisory Panels” (Comitês de consulta para os sobreviventes).

“O primeiro será no Brasil, mas iniciamos o processo também na África e na Ásia”, assinalou.

Entre outras atividades, o Purpurado informou que realizam “programas de educação e formação para aqueles que são expoentes na Igreja, de modo que nossos bispos, os sacerdotes e os religiosos sejam conscientes da gravidade da questão e temos instrumentos para poder responder de modo tal a colocar a tutela dos menores e o cuidado pastoral como prioridades”.

Finalmente, assegurou que uma de suas maiores responsabilidades "é formar expoentes da Igreja" e, até agora, o trabalho teve muito êxito.

“Eu acho que estes encontros tiveram muito bom êxito. Esta semana os membros da nossa Comissão encontrarão os expoentes da Conferência Episcopal Italiana e a Congregação para a Doutrina da Fé”, concluiu.



Ultimas Matérias
Dia dos Fiéis Defuntos
Solenidade de Todos os Santos
A três meses da JMJ 2019, jovens falam sobre expectativas e preparativos
Sínodo debate sobre como desenvolver uma pastoral juvenil na internet
Sínodo dos Bispos: devemos pedir perdão aos jovens
Veja Mais