Pontifício Conselho reforça iniciativa do Dia de Oração e Jejum pela Paz


06/02/2018 - 19:59
Papa anunciou Dia de Oração e Jejum pela Paz para 23 de  fevereiro, convidando também pessoas de outras religiões para a iniciativa

Da Redação, com Boletim da Santa Sé 

Pessoas de outras religiões estão convidados a se unirem ao Dia de Oração e Jejum pela Paz no próximo dia 23 de fevereiro, uma iniciativa do Papa Francisco. Nesta terça-feira, 6, o Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso emitiu um comunicado expressando gratidão aos irmãos de outra religião que acolherem este convite.

O Dia de Oração e Jejum pela Paz foi anunciado no Angelus do último domingo, 4, pelo Papa Francisco. A iniciativa foi em virtude das situações de conflito em diversas partes do mundo e, em especial, a proposta é rezar pela paz na República Democrática do Congo e no Sudão do Sul.

O próprio Francisco manifestou, durante o anúncio, que o convite não se estende apenas aos católicos. “Como em outras ocasiões similares, convido também os irmãos e irmãs não católicos e não cristãos a se associarem a esta iniciativa na modalidade que considerarem mais oportuna, mas todos juntos”, disse na ocasião. 

“O Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso, consciente de que as religiões podem contribuir grandemente à obtenção e consolidação da paz, será grato aos irmãos e às irmãs de outras religiões que desejarem acolher tal apelo e viver momentos de oração, jejum e reflexão segundo a própria tradição e nos próprios lugares de culto”, informa o comunicado divulgado hoje.



Ultimas Matérias
Vaticano anuncia projetos para prevenir abuso de menores em todo o mundo
Dom Darci José Nicioli: “17 anos depois e o terror de 11 de setembro ainda tem seus tentáculos no mundo”
Setembro Amarelo: falar é a melhor solução. A ideia é promover o debate sobre suicídio
No Ângelus, Papa afirma: Jesus veio “abrir” os corações
Viver a novidade do Evangelho, não as novidades mundanas, pede Papa
Veja Mais