Seminaristas da Diocese participam de retiro e missão no Pará


31/01/2018 - 21:44
Participaram Ancelmo José Lio, Bruno Luiz Santos Silva, Edson de Freitas Bonfim, Guilherme Oliveira Poloni e Renan Leite Bernardo

Seminaristas da Diocese de Votuporanga estiveram no mês de janeiro, de 8 a 14, no estado do Pará para participarem do 38º Retiro Nacional para Seminaristas (RENASEM), promovido pelo Ministério para Seminaristas da Renovação Carismática Católica do Brasil e de uma missão em Muaná, na ilha de Marajó. Participaram os seminaristas Ancelmo José Lio, Bruno Luiz Santos Silva, Edson de Freitas Bonfim, Guilherme Oliveira Poloni e Renan Leite Bernardo.

O retiro teve início com a Santa Missa na Catedral Metropolitana de Belém, sendo presidida pelo arcebispo metropolitano de Belém e diretor espiritual do RENASEM, Dom Alberto Taveira Corrêa. Após a celebração, os seminaristas seguiram para o Centro de Espiritualidade Monte Tabor, administrado pela Comunidade Sementes do Verbo, na orla de Icoaraci, em Belém.

A programação contou com o pregador Pe. Wagner Ferreira, da Comunidade Canção Nova, doutor em Teologia Moral, que refletiu sobre Nossa Senhora. Também a coordenadora Nacional da RCC, Katia Roldi Zavaris, lucernário, vigília, o testemunho da cantora católica Aline Venturi, celebração penitencial com confissões e benção do Santíssimo, noite cultural, trazendo apresentações da região do Pará e comidas típicas, missões na Paróquia Divina Misericórdia e noite de louvor com a missionária Olívia Ferreira. A Missa de encerramento foi presidida por Dom Alberto, na Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré. Os bispos auxiliares de Belém, Dom Antônio Ribeiro e Dom Irineu Roman também celebraram durante a programação do RENASEM.

Para o seminarista Edson, a participação foi positiva. “Vivemos essa experiência de Pentecostes em nossos corações e nos fortalecemos para viver mais um ano diante das dificuldades e desafios com a certeza que o Espírito Santo está conosco e jamais nos abandona. Vivenciar esse momento forte da fé cristã nos transforma e revigora nosso interior.”

Já Renan destaca que o RENASEM é uma fonte inesgotável do amor de Deus. “É um grande gerador ligado ao Pai e que nos conecta a Ele e possibilita-nos recarregar em nossos corações a vontade de servir e buscar mais e mais o Senhor, fazendo-nos lembrar do nosso primeiro chamado e do quão Deus nos ama a ponto de nos chamar para segui-Lo.”

Após o encerramento do retiro deu-se início à missão em Muaná. Foram realizadas visitas nas casas e em comunidades ribeirinhas das proximidades, louvor com a missionária Olívia Ferreira, atraindo 2 mil pessoas e encerramento com a Santa Missa, lotando o Santuário Nossa Senhora de Nazaré.

Sobre a missão em Muaná, o seminarista Bruno ressalta que foi possível conhecer um pouco da realidade da comunidade e também fazer a partilha da Palavra de Deus. “Notamos que apesar de toda a dificuldade que eles enfrentavam, a alegria estava sempre presente em suas vidas, nunca deixando a sua fé esmorecer. Hoje o que resta é a saudade de todos naquela comunidade que tanto nos ensinou.”

Enquanto Guilherme destaca que a experiência foi única. “Tudo o que vivemos na missão vai ficar gravado no meu coração, pois foi a mais bonita manifestação de fé que já vi em toda minha vida, tanto da parte do povo que estava nos ajudando, com destaque aos jovens tão entusiasmados, quanto pelo povo de Deus que nos recebia em suas casas mesmo sendo de outras denominações religiosas.”

O seminarista Ancelmo aproveita para agradecer a todos que ajudaram para que essa experiência se tornasse realidade. “Deus opera Sua providência por meio de muitos e devemos ser gratos a estes muitos que nos ajudam. Assim, deixamos nossa estima ao apoio e incentivo de nosso bispo, Dom Moacir, à RCC de nossa Diocese, nossas paróquias e padres de origem e pastoral, assim como cada pessoa que de uma maneira ou de outra fez parte disso tudo. Também ao RENASEM, que nos levou para Marajó para tão rica experiência de evangelização.”

Participaram do retiro cerca de 200 pessoas, entre sacerdotes, diáconos e seminaristas, sendo que 47 foram do estado de São Paulo. Na missão, participou um grupo de 36 pessoas, entre seminaristas e padres, mais missionários da capital e de demais regiões e a própria comunidade de Muaná, que também se uniu para o trabalho de evangelização.

 



Ultimas Matérias
Paróquias arrecadam alimentos para o Hospital do Amor
Coroação de Nossa Senhora será dia 30/05
CF sobre Políticas Públicas para 2019 foi destaque na reunião dos bispos
Papa: a Igreja é mulher e mãe, como Maria
Novo ciclo de catequeses do Papa é dedicado ao sacramento da Crisma
Veja Mais