Papa presenteia Bartolomeu I com relíquia de São Pedro


01/07/2019 - 11:28
Francisco presenteou o Patriarca Bartolomeu com um relicário contendo uma relíquia de São Pedro, por ocasião da festa dos Santos Pedro e Paulo

Neste sábado, 29, ao descer ao sepulcro do Apóstolo Pedro, colocado sob o altar da Basílica Vaticana, ao final da missa dedicada a São Pedro e São Paulo, o Papa Francisco anunciou ao líder da Delegação do Patriarcado Ecumênico de Constantinopla, presente em Roma, que desejava dar um presente a seu “irmão”, o patriarca Bartolomeu.

Ao final da celebração, Francisco pediu ao arcebispo Job para acompanhá-lo ao carro. Os dois seguiram em direção ao Palácio Apostólico até chegarem à capela dos aposentos papais. Somente então o Santo Padre entregou o relicário que seu antecessor, Paulo VI, colocara na pequena capela, e o oferece ao seu hóspede.

O arcebispo de Telmissos, assim que pode, informou o Patriarca, que recebeu a notícia com imensa alegria, e depois organizou a viagem do relicário a Istambul, onde na manhã deste domingo, 30, foi entregue a Bartolomeu por monsenhor Andrea Palmieri, subsecretário do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, também ele em Istambul.

O Patriarca fez o anúncio pessoal e publicamente aos fiéis, durante a celebração da Festa dos Apóstolos, que na Igreja Ortodoxa recorre no dia seguinte à solenidade dos Santos Pedro e Paulo. “Este é para nós um evento extraordinário e inesperado, que jamais poderíamos imaginar”, disse o arcebispo Job.

Historicamente, as relíquias de São Pedro sempre estiveram em Roma e Roma foi, portanto, meta de peregrinação para os ortodoxos. Houve algumas relíquias que anteriormente haviam feito a viagem a Istambul, mas eram relíquias que haviam sido trazidas pelos Cruzados. Devido às boas relações estabelecidas com a comunidade ortodoxa, depois do Concílio Vaticano II, estas relíquias fizeram o “retorno” a sua pátria.

Desta vez, trata-se de relíquias de São Pedro, e com uma “passagem só de ida” para Constantinopla: “outro passo gigantesco em direção à unidade concreta”, conclui o arcebispo ortodoxo de Telmissos.



Ultimas Matérias
Homilia do Papa Francisco na canonização de Irmã Dulce e outros beatos
Conheça os 5 novos santos da Igreja Católica
Irmã Dulce dos Pobres foi canonizada pelo Papa Francisco
Catedral celebrará Dia da Padroeira
43 anos de falecimento do Frei Arnaldo
Veja Mais