Maio: mês das noivas


01/05/2019 - 18:25

Maio é conhecido como o Mês das Noivas. Essa é uma tradição que veio do Hemisfério Norte e tudo indica que a denominação tem influência da Igreja Católica, que definiu o mês como sendo o mais propício para cerimônias religiosas por causa da consagração de Maria e da comemoração do Dia das Mães.

Tornou-se um costume entre os casais marcar a data do casamento nessa época do ano. Acreditava-se que o período traria sorte e felicidade.

As mulheres principalmente ficam ansiosas e a mil com os preparativos do casamento: buffet, decoração, lembrancinhas, repertório e rituais da cerimônia, enfim, tudo o que faz parte da magia e das expectativas que antecedem a data. Muitas pessoas sonham desde a infância com o dia do casamento e esse é um ritual que já vem de muitos e muitos anos.

A cerimônia de casamento surgiu na Roma antiga. O costume da noiva se vestir especialmente para a cerimônia também veio de lá e se tornou uma tradição. Em Roma também ocorreram as primeiras uniões de direito e a liberdade da mulher se casar por sua vontade. A bênção do sacerdote não era obrigatória; esse costume só ficou oficializado depois do Concílio de Trento, no século XVI. Já o casamento civil surgiu em 1650 na Inglaterra.

O uso da aliança de casamento vem da tradição cristã, desde o século XI, e que era colocada no 3º dedo da mão esquerda, porque se acreditava que nesse dedo havia uma veia que ia direto para o coração. Os primeiros buquês de noivas incluíam, além das flores, também ervas e temperos e cada um tinha um significado: espantar maus espíritos, fidelidade; pureza; amor; entre outros. 



Ultimas Matérias
O Sínodo nasce da Igreja
Organização que protege a liberdade religiosa no mundo denuncia campanha de desprestígio
Consultar adivinhos para prever o futuro não é cristão, afirma o Papa Francisco
Papa abençoa terços que serão distribuídos a famílias na Síria
É preciso coerência no ser cristão, diz Papa
Veja Mais