Julho: mês do dízimo!


12/07/2018 - 21:07

Dízimo é o ato de gratidão a Deus, do qual recebemos tudo o que temos. É devolução a Ele de um pouco do que dele recebemos, por meio da Igreja, para que seu Reino aconteça entre nós. É manifestação de nosso amor a Deus e aos irmãos. É partilha dos bens que estão a nosso dispor, especialmente com os mais necessitados. 
 O oferecimento do Dízimo nasce do coração de cada cristão participante em sua comunidade. O cristão esclarecido, em espírito de oração, fará a Deus a sua promessa, o seu voto de ofertar o Dízimo. É um ato de Amor a Deus e aos irmãos. 
Dízimo é uma questão de generosidade. ''Dê cada um conforme o impulso do seu coração, sem tristeza nem constrangimento. Deus ama quem dá com alegria'' (2 Cor. 9,7). 
O dizimista deve sentir-se livre perante Deus ao fixar o percentual de sua contribuição. Não deve se preocupar com o que sai do seu bolso (se muito ou pouco dinheiro), mas com o que sai de seu coração (se pouco ou muito amor a Deus e à Comunidade). 
 

 



Ultimas Matérias
Vaticano anuncia projetos para prevenir abuso de menores em todo o mundo
Dom Darci José Nicioli: “17 anos depois e o terror de 11 de setembro ainda tem seus tentáculos no mundo”
Setembro Amarelo: falar é a melhor solução. A ideia é promover o debate sobre suicídio
No Ângelus, Papa afirma: Jesus veio “abrir” os corações
Viver a novidade do Evangelho, não as novidades mundanas, pede Papa
Veja Mais