Padre Nino presidirá Missa na Catedral no próximo domingo, 15


12/07/2018 - 20:49

No próximo domingo, 15 de julho, o Padre Nino Carta presidirá a Santa Missa na Sé Catedral às 10h. Padre Nino atualmente atua na Paróquia Santa Anastácia na cidade italiana de Budusò, na Ilha de Sardenha, e está no Brasil para curtir alguns dias de férias, rever os amigos e também para coordenar o Retiro Anual da Associação de Leigos Consagrados Comunhão e Missão que foi realizado no último fim de semana, 07 e 08. Esta associação foi fundada por ele em 1982 e está presente nas cidades de Mirassol, Rio Preto, Caraguatatuba, Ubatuba, Votuporanga, Palmares Paulista e Budusò (Itália). 

Nesta vinda ao Brasil, Padre Nino também lançará seu terceiro livro "Cantando o Amor" . O lançamento será realizado no próximo dia 20 de julho, às 20h, no Anfiteatro do Colégio Ressurreição. O evento é aberto à comunidade e contará com a participação da banda Polaris.

Nascido Pietro Saturnino Carta na Itália, padre Nino como é carinhosamente chamado, foi ordenado sacerdote no dia 15 de agosto de 1963. O sacerdote italiano esteve à frente da Paróquia Nossa Senhora Aparecida entre os anos de 1983 e 1991, sendo o primeiro pároco após a saída dos freis capuchinhos. Nos quase 8 anos em que esteve em Votuporanga, Padre Nino, italiano de nascença, mas brasileiro de coração, cativou os fiéis votuporanguenses que lotavam a Igreja Matriz para ouvir as homilias e as músicas cantadas e tocadas pelo sacerdote. 

Padre Nino Carta foi um grande incentivador das CEBs (Comunidades Eclesiais de Base),dividindo o território paroquial em pequenas comunidades de forma a levar a Igreja mais perto das casas dos fiéis. Preocupado com a juventude, criou a Pastoral do Menor. Grande comunicador, deu início as transmissões do programa de rádio “Bondade é Notícia” e da Santa Missa dominical na TV. Apaixonado pelo futebol, a exemplo do frei Arnaldo, padre Nino não perdia um jogo da Votuporanguense. Visando o despertar vocacional de muitos jovens, o sacerdote criou um seminário paroquial, sendo uma etapa de amadurecimento antes da ida dos vocacionados para o seminário diocesano. Esta experiência deu a Igreja novos padres, como o padre Gilmar Margotto, Jair de Marchi, Leonel, Leonildo, entre outros. O nome da Livraria Católica votuporanguense “Mamma Pasqua” é uma homenagem à mãe do padre Nino.



Ultimas Matérias
Dia dos Fiéis Defuntos
Solenidade de Todos os Santos
A três meses da JMJ 2019, jovens falam sobre expectativas e preparativos
Sínodo debate sobre como desenvolver uma pastoral juvenil na internet
Sínodo dos Bispos: devemos pedir perdão aos jovens
Veja Mais