Dom Moacir presidirá Missa de Abertura da Campanha da Fraternidade 2018


08/02/2018 - 22:58

No próximo dia 14, Quarta-feira de Cinzas, a Igreja Católica celebra o início da Quaresma e da Campanha da Fraternidade. Em Votuporanga, Dom Moacir Aparecido de Freitas presidirá a Santa Missa de Abertura Diocesana da Campanha da Fraternidade e Início da Quaresma às 9h na Sé Catedral Nossa Senhora Aparecida. A celebração contará com a presença de padres, diáconos, religiosos e fieis das paróquias da diocese de Votuporanga. Neste dia, também serão celebradas Missas com Benção e Imposição das Cinzas às 15h e 19h30 na Catedral.

A Campanha da Fraternidade 2018 (CF2018) traz como tema “Fraternidade e a superação da violência” e o lema “Vós são todos irmãos” (Mt 23, 8). A Igreja proclama que a violência é um mal, é inaceitável como solução para os problemas e não é digna do homem. A violência é mentira que se opõe à verdade da nossa fé, à verdade da nossa humanidade. A violência destrói o que ambiciona defender: a dignidade, a vida, a liberdade dos seres humanos. 

Quanto ao lema “Vós sois todos irmãos” busca resgatar o sentido da Fraternidade dos povos, somos todos irmãos e irmãs, filhos de um mesmo Pai, por isso iluminados pelo Evangelho do Reino somos chamados a não violência.

Desta forma, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) convida todos os homens e mulheres de boa vontade para percorrer o caminho da superação da violência crescente em todos os níveis. Violência de morte, de abuso de poder, de descarte da pessoa, de quebra de relações de confiança, de degradação da família, de ganância e corrupção, de marginalização da infância e da adolescência.

A CF é uma atividade ampla de evangelização, intensificada na Quaresma (quarenta dias entre a quarta-feira de Cinzas e a semana santa/Páscoa) para ajudar os cristãos e pessoas de boa vontade a viverem a fraternidade em compromissos concretos, provocando, ao mesmo tempo, a renovação da vida da igreja e a transformação da sociedade, a partir de problemas específicos, tratados à luz do Projeto de Deus.

Para os católicos, a Quaresma é um tempo de preparação para a Páscoa, período reservado para a reflexão e conversão espiritual. Ou seja, o católico deve se aproximar de Deus visando o crescimento espiritual. Nesse tempo santo, a Igreja católica propõe, por meio do Evangelho proclamado na quarta-feira de cinzas, três grandes linhas de ação: a oração, a penitência e a caridade. 



Ultimas Matérias
Vaticano anuncia projetos para prevenir abuso de menores em todo o mundo
Dom Darci José Nicioli: “17 anos depois e o terror de 11 de setembro ainda tem seus tentáculos no mundo”
Setembro Amarelo: falar é a melhor solução. A ideia é promover o debate sobre suicídio
No Ângelus, Papa afirma: Jesus veio “abrir” os corações
Viver a novidade do Evangelho, não as novidades mundanas, pede Papa
Veja Mais