50 adolescentes receberam o Sacramento da Crisma


27/11/2017 - 21:55

No último domingo,26, Solenidade de Cristo Rei do Universo, o bispo diocesano, Dom Moacir Aparecido de Freitas, presidiu o Sacramento da Crisma a 50 jovens da Paróquia Nossa Senhora Aparecida. A celebração teve início às 10h e foi realizada na Sé Catedral, sendo concelebrada pelo Padre Gilmar Margotto.

A Crisma ou Confirmação é o sacramento que completa o batismo e pelo qual recebemos o dom do Espírito Santo. Quem se decide livremente por uma vida como filho de Deus e pede o Paráclito, sob o sinal da imposição das mãos e da unção do óleo do Crisma, obtém a força para testemunhar o amor e o poder do Senhor com palavras e atos. Essa pessoa agora é membro legítimo e responsável da Igreja Católica.

O Catecismo da Igreja Católica ensina que a Crisma, pertence, juntamente com o Batismo e a Eucaristia, aos três sacramentos da iniciação cristã da Igreja Católica. Nesse sacramento, tal como ocorreu no Pentecostes, o Paráclito desceu sobre a comunidade dos discípulos, então reunida. Assim como neles, o Espírito Santo também desce em cada batizado que pede à Igreja esse dom [Espírito Santo]. Dessa forma, o sacramento encoraja o fiel e o fortalece para uma vida de testemunho de amor a Cristo.

Chama-se Crisma (nas Igrejas Orientais: Crismação com o Santo Myron) por causa do rito essencial, que é a unção. Chama-se Confirmação, porque confirma e reforça a graça batismal. O óleo do Crisma é composto de óleo de oliveira (azeite) perfumado com resina balsâmica. Na manhã da Quinta-feira Santa, o bispo o consagra para ser utilizado no batismo, na confirmação, na ordenação dos sacerdotes e dos bispos e na consagração dos altares e dos sinos. O óleo representa a alegria, a força e a saúde. Quem é ungido com o Crisma deve difundir o bom perfume de Cristo (cf. II Cor 2,15).

O efeito da Confirmação é a efusão especial do Espírito Santo, como no Pentecostes. Tal efusão imprime, na alma, um carácter indelével e traz consigo um crescimento da graça batismal: enraíza mais profundamente na filiação divina, une mais firmemente a Cristo e a Sua Igreja, revigora na alma os dons do Espírito Santo e dá uma força especial para testemunhar a fé cristã.

 



Ultimas Matérias
Roteiro da Celebração da Partilha de Dezembro está disponível
Papa preside Missa na festa litúrgica de Nossa Senhora de Guadalupe
Participe da Celebração da Partilha nos Setores no dia 14/12
Catedral receberá Concerto de Natal no dia 15/12
Horário das Celebrações de Fim de Ano já estão definidos
Veja Mais